FERNANDO MIGUEL SANTOS

Arquivos

Passam Montanhas Fluidificam-se dois corpos na noite escura Sem que nenhum saiba o que procura Revestem-se da nudez envergonhada E ambos não sabem de nada Dão passos largos para grandes rebeliões Transformam-se em corajosas decisões Queimam-se no frio que desconhecem Mas o calor de cada noite não esquecem Seguram-se ao que lhes é mais sagrado Mas não há santo nem altar a ser lembrado Querem apenas vigorar vencendo a dor Sabendo que… Ler Mais

Poesia-Armadura A poesia Mais do que conversa de sala É colete à prova de bala A poesia Mais do que mera miragem É da palavra blindagem A poesia Mais do que uma ameaça É do peito a melhor couraça A poesia Mais do que insurgência É o elmo da inteligência A poesia Mais do que casa segura É do corpo justa armadura A poesia Seja acre, suja ou terna É eterna Fernando… Ler Mais