FERNANDO MIGUEL SANTOS

Arquivos

Tenho vindo a assistir a uma nova noção que se criou nas redes sociais. Além da desvalorização da vida humana através da estatística, muitas vozes (e artigos) se levantam contra o confinamento. Muitos profissionais de saúde partilham dessa opinião, infundada como já demonstrei em vários textos e vários vídeos. Nenhum desses profissionais de saúde que vi defenderem a economia antes da vida são profissionais de Cuidados Intensivos. Muito provavelmente, não viram directamente… Ler Mais

Este texto não consiste numa refutação aos curricula de quem cito. Cada um faz o seu caminho e é protagonista da sua vida da forma que mais lhe aprouver. Eu também o faço, logicamente. Porém, o rigor deve estar sempre presente em quem se afirma especialista. Caso exista um erro, ao qual todos, como humanos, estamos expostos, exige-se uma correcção. André Dias, informático com doutoramento em modelação de doenças pulmonares, afirma que… Ler Mais

Depois de beijar a cruz, o Dia do Trabalhador. Tendo a ser alguém moderado na manifestação das minhas convicções, por isso, qualquer expressão de fundamentalismo – ou fanatismo, como quiserem – causa-me aversão. A questão não é a importância do dia. Isso dirá respeito às convicções de cada um e tem a importância que comummente  têm os feriados nacionais. A questão será sempre o limitado sentido de oportunidade e a inconsciência. Além… Ler Mais

  Dois países. Dois anos diferentes. Duas músicas. O mesmo dia. O dia da Liberdade. 25 de Abril é em Itália (1945) e em Portugal (1974) o dia marcante da luta contra o fascismo. “Grândola Vila Morena” e “Bella Ciao” ainda hoje viajam pela memória de quem viveu as atrocidades dos regimes totalitários. A maior parte dessas pessoas ainda se encontra entre nós e luta, diariamente, para que esta realidade negra seja… Ler Mais

Quando se trabalha nos Cuidados Intensivos, a morte é uma presença constante. Felizmente, a maioria das vezes conseguimos escapar-lhe, salvando os nossos doentes de um fim trágico. Noutros casos, é ela que leva a melhor. Todos desejamos que a morte seja limpa, sossegada, acompanhada. É assim que gostamos de a imaginar para nós e para os nossos. Embora tentemos fugir dela e enganá-la sabemos que mais cedo ou mais tarde teremos de… Ler Mais

Por si só, a tradição de beijar a cruz já é um atentado à saúde pública. O argumento de que a imagem que circula de boca em boca é desinfectada não serve. O dispositivo de desinfecção, seja ele qual for, não é mudado do início ao fim da actividade, não sabemos ao certo que produto é usado, não sabemos como estão as mãos de quem o transporta… E, por favor, não venham… Ler Mais

É difícil ser positivo quando tudo o que nos rodeia é um mundo transformado e uma escuridão que desconhecíamos. A impotência de não poder salvar toda a gente, de ver a forma negativa como evoluem alguns doentes, de não poder viver como antes…. Manter a força para continuar pode ser duro, mas temos de abrir os olhos para procurar aquilo que estamos a fazer bem, para as aprendizagens às quais estamos a… Ler Mais

Hoje, mais do que nunca, gostava que fosse tudo mentira, que tudo não passasse de uma partida típica deste dia. Esta pandemia roubou-nos as coisas mais simples, provavelmente as mais valiosas que tínhamos. Não foi apenas a mim que o fez, foi a todos. A mim, levou-me a vida que tinha até há um mês atrás, a quietude, as inquietações corriqueiras… Mais do que isso, levou-me um amigo. Muito embora a nossa… Ler Mais

Pensei que a participação em dois programas da SIC iria facilitar as coisas. Ajudaria mais gente com mais exposição daquilo que se está a passar no país onde desempenho a minha profissão e onde há mais recursos financeiros e humanos do que em Portugal. Contudo, não foi só isso que aconteceu. Em alguns plataformas de redes sociais começaram a surgir as críticas.  Estava preparado para que alguém me dissesse que o meu… Ler Mais

Mais uma noite. Mais decúbitos ventrais. Sim, doentes virados de barriga para baixo, apesar de toda a parafernália que os rodeia: cabos de monitorização de ritmo cardíaco, catéter venoso central, catéter arterial, catéteres venosos periféricos, tubo endotraqueal, sistema de aspiração fechado, sonda nasogástrica, sonda vesical… À volta, várias máquinas: monitor com os parâmetros vitais, ventilador, cama articulada, colchão com alternância de pressão. Bastariam as designações para assustar um leigo. Cinco pessoas reunem-se… Ler Mais